Notícias AMPRS

Em visita à AMP/RS, Luciano Brasil entrega livro ao presidente João Ricardo Tavares

Publicado em 26-01-2021



Na manhã desta terça-feira, 26 de janeiro, o promotor de Justiça Luciano de Faria Brasil visitou o presidente da Associação do Ministério Público do Rio Grande do Sul (AMP/RS), João Ricardo Santos Tavares, para entregar o livro “Paz, Guerra e Intervenção no Pensamento de Kant: possibilidades e limites do uso da força no Direito Internacional”. Publicada pela Editora Elegantia Juris, a obra analisa a posição do filósofo alemão a respeito da paz e da guerra, com ênfase para o papel dos conflitos armados em relação ao direito, à política e à história.

Segundo o autor, o recrudescimento dos conflitos armados em várias regiões do planeta e o evidente fracasso das tentativas de intervenção reacenderam o debate sobre as consequências do uso de recursos militares para o desenlace de controvérsias entre Estados soberanos, ou mesmo para a solução de graves problemas humanitários. “É neste contexto de preocupações que o estudo de temas filosóficos e jurídico-políticos ligados à problemática da guerra encontra o seu lugar, na busca de ideias e respostas para um melhor equacionamento das mazelas decorrentes dos conflitos armados”, enfatiza o promotor de Justiça.

O livro pode ser adquirido virtualmente pelo site da Editora Elegantia Juris:
http://www.elegantiajuris.com.br/pd-6eef5b-paz-guerra-e-intervencao-no-pensamento-de-kant.html?ct=&p=1&s=7.

Sobre o autor

Luciano de Faria Brasil é membro do Ministério Público do Rio Grande do Sul, atuando como Promotor de Justiça em Porto Alegre/RS. Graduado em Ciências Jurídicas e Sociais na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), é especialista em Direito Digital pela Fundação Escola Superior do Ministério Público do Rio Grande do Sul (FMP), mestre em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) e doutor em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS).

Foi aprovado em 1º lugar no XXXVIII concurso para ingresso na carreira, tomando posse no cargo de Promotor de Justiça em fevereiro de 1995. Diretor do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional do Ministério Público gaúcho (CEAF/MPRS) entre junho/2015 e junho/2019, também exerceu a presidência do Colégio de Diretores de Escolas e Centros de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional dos Ministérios Públicos do Brasil (CDEMP) no período 2018/2019. Desde junho de 2019, é coordenador da Secretaria dos Órgãos Colegiados e do Memorial do Ministério Público do Rio Grande do Sul. Atualmente, também é vice-presidente e coordenador dos cursos de Pós-Graduação da Fundação Escola Superior do Ministério Público do Rio Grande do Sul (FMP), além de integrante do Conselho Científico e Editorial da Revista da Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Sul.