Notícias AMPRS

Encontro na sede campestre marca retomada do Almoço dos Aposentados

Publicado em 02-06-2022



Após um hiato de mais de dois anos, a AMP/RS promoveu, na manhã desta quinta-feira, 2 de junho, a retomada do Almoço dos Aposentados, tradicional encontro realizado mensalmente, na sede campestre, com a presença dos membros jubilados do Ministério Público e pensionistas.

Durante o encontro, foram debatidos temas de interesse de promotores e procuradores de Justiça aposentados, bem como assuntos relativos à pauta do pensionamento. Entre os destaques, estiveram questões legislativas em tramitação, como a PEC 63/2013, e pleitos associativos em andamento junto à Administração Superior.

Para o presidente João Ricardo Santos Tavares, a retomada do evento é motivo de celebração para a Diretoria Executiva, uma vez que a valorização dos associados jubilados e dos pensionistas é um dos pilares da sua gestão. “É com muita alegria e satisfação que estamos retomando o Almoço dos Aposentados mais de dois anos da sua última edição antes da chegada da pandemia. Estamos muito gratos por retomar este contato presencial e indispensável com os membros jubilados. Vivemos um momento difícil para este grupo, mas temos a certeza de que com a cooperação de todos e o diálogo permanente vamos superar mais este período com tranquilidade e, seguramente, com conquistas”, destacou o dirigente.

Satisfeito com a alta adesão ao encontro que reuniu mais de 40 associados, o vice-presidente de Jubilados, Cláudio Barros Silva, comemorou a realização do evento e avaliou a participação do grupo como um resultado do trabalho de manutenção do diálogo durante a pandemia. “Estamos realmente celebrando o acontecimento deste reencontro. Vemos este almoço como uma forma efetiva de reintegrá-los à rotina associativa presencial depois deste longo período em contato apenas por encontros em videoconferência e aplicativos de mensagem. Isso permite que tenhamos a capacidade de nos reaproximarmos a fim de refletir acerca do momento que passamos e das dificuldades que o Ministério Público, seus membros jubilados e seus pensionistas enfrentam. Hoje foi dia para discutir estas questões, ouvir anseios e pensar na construção de caminhos melhores na busca de soluções”, disse o procurador de Justiça jubilado.