Notícias AMPRS

Diretoria da AMP/RS prestigia posse da Corregedoria Geral do MP

Publicado em 14-12-2018



A presidente da AMP/RS, Martha Beltrame, e o seu vice Administrativo e Financeiro, João Ricardo Tavares, prestigiaram, na tarde desta sexta-feira (14/12), a sessão solene do Colendo Órgão Especial do Colégio de Procuradores de Justiça em que foram empossados os procuradores de Justiça Ivan Saraiva Melgaré, na função de Corregedor-Geral do Ministério Público, e Marcelo Liscio Pedrotti, na função de Subcorregedor-Geral do Ministério Público. A cerimônia ocorreu no auditório Mondercil Paulo de Moraes, na sede administrativa da instituição.

Assim que assinou o termo de posse, Ivan Saraiva Melgaré subiu ao púlpito para um pronunciamento e suas primeiras palavras foram dirigidas à presidente Martha Beltrame, a quem saudou pela belíssima cerimônia que deu posse a nova diretoria da Associação do Ministério Público, ocorrida na noite anterior, naquele mesmo espaço: “A senhora, com suas qualidades como promotora de Justiça, de forma significativa e marcante, tornou-se a primeira presidente da Associação do Ministério Público. Sabemos do difícil caminho pessoal e funcional que a senhora trilhou para chegar à presidência do nosso órgão de classe e tenho certeza do sucesso de sua gestão”. Melgaré aproveitou o momento para também lembrar e homenagear a primeira mulher promotora de Justiça do RS, nomeada em 1938, Sophia Galanternick, a primeira e única Corregedora-Geral do MPRS, Jaqueline Rosenfeld, e a primeira e única Procuradora-Geral de Justiça do Estado, Simone Mariano da Rocha.

Em seguida, o Corregedor-Geral avaliou o papel da Corregedoria de Justiça e sugeriu aos colegas: “É preciso inovar, nos apresentarmos às demais instituições para que as soluções sejam encontradas. Na maior parte das vezes, podemos não ter a melhor solução, mas as pessoas anseiam por uma resposta, num tempo razoável. Temos que sair às ruas, participar da comunidade e dar respostas. Por isso, o inquérito civil deve ter uma duração razoável e ser resolutivo, sob pena de frustrar os mais legítimos anseios que a sociedade nos deposita”. Segundo Melgaré, talvez o papel mais relevante da Corregedoria seja reafirmar os mais experientes e ensinar aos mais novos os verdadeiros valores relevantes e os princípios estruturantes que nos trouxeram até aqui.

Finalizando a cerimônia, o Procurador-Geral de Justiça, Fabiano Dalazen, afirmou que a Corregedoria-Geral tem função relevante, ao lado dos demais braços institucionais: “A Corregedoria tem o papel fundamental de promover as mudanças que precisam ser feitas, de dar a orientação para as qualificações que precisam ser feitas, de conduzir a correição para exigir comprometimento de todos os membros do MP. Tenho certeza que essa é a forma para que nós possamos continuar no patamar de respeitabilidade social que atingimos e que nos fez chegar até aqui”, afirmou o PGJ.