Notícias AMPRS

Evento esportivo potencializa chances de adoção e apadrinhamento afetivo

Publicado em 28-05-2019



A maior vitória da 1ª Corrida pela Adoção, realizada neste domingo, em Porto Alegre, foi o surgimento da primeira possibilidade de formação de uma nova família para uma menina acolhida. O evento, resultado de parceira entre Ministério Público, Poder Judiciário, Prefeitura de Porto Alegre, Pais do Coração, Corpa e Banrisul, teve apoio da AMP/RS e movimentou cerca de 1.500 pessoas na Avenida Edvaldo Pereira Paiva, junto à posta de skate do Parque Marinha.

Conforme a promotora da Infância e Juventude de Porto Alegre Cinara Vianna Dutra Braga, o evento deu luz a esses jovens, aumentando suas chances de adoção. Tanto que, por conta da iniciativa, já houve a manifestação de interesse na adoção de uma criança. “A corrida foi um evento feliz. Uma oportunidade para que as pessoas conhecessem as crianças e adolescentes acolhidos e para que eles tivessem o direito ao convívio social. Agradeço a todos os apoiadores da Corrida. Fiquei muito honrada com a presença da presidente da AMP/RS. As pessoas precisam conhecer essas crianças para que possam auxiliar na causa. Que novas famílias se formem!", disse Cinara.

A adesão da Associação à Corrida, por meio do patrocínio das inscrições de associados, foi uma forma de estimular a participação e dar mais peso ao evento. "Essa é uma causa que sensibiliza a todos nós. O drama de crianças e adolescentes institucionalizados e que aguardam por um lar amoroso é uma realidade, e toda forma de apoio vale muito", disse a presidente da entidade de classe, Martha Beltrame.
A iniciativa, alusiva ao Dia Nacional da Adoção, comemorado em 25 de maio, teve por objetivo dar visibilidade às crianças e jovens aptos à adoção, promovendo a sua aproximação com os interessados em formar uma família e propiciando, ainda, debates acerca dos institutos da adoção, apadrinhamento afetivo e acolhimento institucional. No Rio Grande do Sul, são cerca de 5 mil crianças e adolescentes acolhidos que esperam a oportunidade de ter uma família. Somente em Porto Alegre, mais de mil jovens estão  institucionalizados, boa parte já aptos a adoção. O evento contou com a participação de alguns acolhidos.

Ministério Público na Pista

corre2.jpg Além de Martha e Cinara, participaram do evento os colegas Janine Borges Soares, João Claudio Pizzato Sidou, João Pedro de Freitas Xavier, Camila Santos da Cunha, Raquel Marquiori Dias, Cristina Schmitt Rosa, Frederico Lang, Julia Fresteiro Lang, Daniela Lucca da Silva, Carla Frós e Rosele Maria Luchese.