Notícias AMPRS

Crônicas de procuradora do MPRS integram livro vencedor do Prêmio AGES 2017

Publicado em 11-08-2017




A procuradora de Justiça do MPRS Marta Leiria Leal Pacheco é uma das autoras da coletânea de textos do livro A persistência do amor, ganhador do Prêmio Associação Gaúcha de Escritores (AGES) 2017 – Livro do Ano, na categoria crônica. A obra foi organizada pelo cronista Rubem Penz e homenageia o escritor mineiro Paulo Mendes Campos, falecido em 1991.

A cerimônia de premiação foi realizada no último sábado (5), no auditório Barbosa Lessa do Centro Cultural CEEE Erico Verissimo. O prêmio foi conferido aos melhores livros publicados em primeira edição por autores gaúchos ou residentes no Rio Grande do Sul no ano de 2016. O escritor Caio Riter, autor de "Cecília que amava Fernando" (Editora da cidade), livro mais votado pelos associados da AGES, recebeu também o troféu Prêmio AGES/Sintrajufe-RS.

A PREMIAÇÃO
leiria.jpgEntregue desde 2003, o Prêmio AGES já contemplou grandes cronistas gaúchos, como Kledir Ramil, Moacyr Scliar, Fabrício Carpinejar, Cláudia Laitano, Diana Corso e Cláudio Moreno, entre outros. A coletânea da qual faz parte a procuradora Marta Leiria homenageou Mendes Campos por sua relevância no meio literário. Cronista, poeta, tradutor, jornalista e redator publicitário, ele foi diretor da Divisão de Livros Raros da Biblioteca Nacional. Era íntimo dos igualmente mineiros Fernando Sabino, Otto Lara Resende e Hélio Pellegrino, e parceiro de Rubem Braga, Antônio Maria, Vinícius de Moraes e de toda a geração que forjou a crônica brasileira da atualidade.

Como forma de homenagear sua memória, a Oficina Literária Master Class Santa Sede, durante seis meses, recriou uma de suas mais importantes coletâneas: O amor acaba, crônicas líricas e existenciais, organizada por Flávio Pinheiro (Civilização Brasileira, 1999 e Companhia das Letras, 2013). "No tomo original, Pinheiro compôs uma seleção capaz de dar conta de sua variedade de estilo e refletir com muita transparência os “temas internos” do cronista. E, afirmando a persistência do amor, estamos reafirmando a importância de Paulo Mendes Campos na história do gênero. As páginas deste volume estão repletas de amor ao convívio, à literatura, à sede. A boemia crônica em sua forma pura, em seu nobre conteúdo. Enfim, nossa ardilosa estratégia de ter a companhia dos mestres inspiradores, e de leitores especiais como você, em nossa mesa de bar", diz Marta Leiria, autora de cinco crônicas do livro.

CONFIRA OS VENCEDORES DA EDIÇÃO 2017
Categoria Infantil: "Bichológico", Paula Taitelbaum, Piu
Categoria Especial: "A força do tempo: Histórias de um repórter fotográfico brasileiro", Kadão Chaves, Libretos
Não ficção: "O sargento, o marechal e o faquir", Rafael Guimaraens, Libretos
Narrativa curta: "Idioma de um só", Ricardo Koch Kroeff, Não Editora
Narrativa Longa: "A ponta do silêncio", Valesca de Assis, BesouroBox
Crônica: "A persistência do amor", Rubem Penz (org), Buqui
Juvenil: "Cecília que amava Fernando", Caio Riter, Editora da Cidade
Poesia: "Cenas mínimas", Maria do Carmo Campos, Libretos


Painel do Associado