Notícias AMPRS

Mônica Leal é a 4ª mulher a presidir a Câmara Municipal da Capital

Publicado em 03-01-2019



A nova Mesa Diretora da Câmara Municipal de Porto Alegre foi empossada na tarde desta quinta-feira (3/1). A vereadora Mônica Leal (PP) substitui Valter Nagelstein (MDB) na presidência e irá comandar o Legislativo em 2019. A solenidade contou com as presenças do governador Eduardo Leite, do prefeito Nelson Marchezan Júnior, autoridades políticas, civis e militares. A presidente da AMP/RS, Martha Beltrame, prestigiou o evento.

assina.pngSob aplausos de um plenário lotado, Nagelstein deu posse à nova Mesa Diretora. Juntamente com Mônica Leal, comandarão os trabalhos do Legislativo da Capital os vereadores Reginaldo Pujol (DEM) na 1ª vice-presidência e Mendes Ribeiro (MDB) na 2ª vice-presidência. Também integram o comando do Legislativo os vereadores Alvoni Medina (PRB), na 1ª secretaria; Paulo Brum (PTB), na 2ª secretaria; e Paulinho Motorista (PSB), na 3ª secretaria. A vereadora do PP é a quarta mulher a comandar o Parlamento da cidade em 245 anos de história. Presidiram a Casa, antes dela, as vereadoras Margarete Moraes, Maria Celeste e Sofia Cavedon, todas do PT. Já sob a presidência de Mônical, tomaram posse os integrantes da Comissão Representativa, que atua nos períodos de recesso. Igualmente, foram anunciados os representantes de cada uma das seis comissões permanentes.

Nova presidente promete Câmara protagonista e conciliatória
assina2.png No primeiro discurso como presidente da Câmara Municipal de Porto Alegre, a vereadora Mônica Leal disse que comandar o Legislativo em 2019 será um grande desafio, mas também “o curso natural” de uma trajetória dedicada à Casa, à política e ao partido. Garantiu que, à frente da Mesa Diretora, priorizará o interesse coletivo, o bem-estar da cidade e o pleno funcionamento da Câmara, com total cumprimento da Lei e do Regimento Interno. Também afirmou que, ao longo de sua gestão, não adotará “uma postura contemplativa em relação ao Executivo”. Mônica lembrou que uma das principais funções dos vereadores é legislar cumprindo a Lei, com obediência aos ritos dos processos e aos critérios legais que norteiam o trabalho legislativo e transparência dos atos normativos, para garantir uma legislação justa e acima de interesses. “Serão cumpridos, religiosamente, o Regimento Interno e a Lei”, prosseguiu. “Ressalto que não terei uma postura contemplativa em relação ao Executivo Municipal, mas, sim, atuarei no sentido de cobrar medidas necessárias para o cuidado da cidade e o bem-estar dos porto-alegrenses.” Ela frisou, no entanto, que estará sempre pronta para o diálogo, “fundamental à boa administração que nossa cidade merece”, adotando postura conciliatória e mediadora.

Nagelstein comemora eficiência de sua gestão

assina3.png Ao ocupar a tribuna do Plenário Otávio Rocha na Câmara Municipal de Porto Alegre, durante a sessão de posse da nova Mesa Diretora na tarde desta quinta-feira (3/1), o vereador Valter Nagelstein (MDB) destacou ter sido uma honra presidir o parlamento da Capital em 2018. Destacando os 245 anos de história da Câmara, que representa os 1,5 milhão de habitantes da Capital, Nagelstein afirmou: “Persegui os propósitos manifestados na minha posse e creio que, em sua maioria, os realizei. Busquei a austeridade, a eficiência, a transparência e o diálogo. Fui firme quando exigido, mas procurei sempre ser flexível”.

Marchezan exalta "divergências construtivas"
assina4.pngO prefeito Nelson Marchezan Júnior disse que se sente satisfeito em relação ao Legislativo da Capital. “É de se desconfiar do prefeito que aprova todos os projetos por unanimidade”, ressaltou, dizendo que é preciso sempre saudar as boas e construtivas divergências. “Sejam elas (divergências) embasadas na vida real das pessoas, independentemente de vitórias ideológicas.” O prefeito enfatizou também que a pauta de qualquer chefe de Executivo não pode ser outra que não feita de reformas. “Todos que desejam mudar a realidade de sua cidade, estado ou país precisam pautar suas ações em reformas, pensando no melhor resultado para todos." Ao finalizar, lembrou que as divergências o fizeram um ser humano e político melhor. “Em 2019 seguirei o mesmo caminho, ensejando um ano de crescimento para todos os porto-alegrenses.”

Governador aposta na superação de conflitos
assina5.pngJá o  governador Eduardo Leite afirmou depositar "grandes expectativas" na nova Presidência da Casa. "Fiz questão de prestigiar a posse da vereadora Mônica Leal como presidente da Câmara, porque o que nesta Casa se discute atinge a vida de todos os gaúchos." Para o governador, a posse da quarta mulher na história a presidir a Câmara tem um significado ímpar para a Capital, o Estado e o País. Na avaliação de Leite, se Porto Alegre der certo, será um marco para os gaúchos "na superação de suas diferenças e no rompimento do paradigma de conflitos". Isso, segundo o governador, consequentemente promoveria um melhor ambiente para o desenvolvimento do Estado, que lembrou passar por uma situação dramática nas contas públicas. "Acredito, sim, ser possível superar a crise. Não estamos na política para atender aos nossos eleitores apenas, mas aos interesses coletivos."

PRESENÇAS
Entre as autoridades presentes, também prestigiaram o ato de posse da nova Mesa Diretora o deputado estadual Maurício Dziedrick (PTB), representando a Assembleia Legislativa; o comandante militar do Sul, general Geraldo Antônio Miotto; o presidente do Tribunal de Contas do RS, Iradir Pietroski; e o presidente nacional da OAB, Cláudio Lamachia.

AS COMISSÕES
Confira os integrantes das comissões permanentes.


Comissão Representativa: Adeli Sell (PT), Aldacir Oliboni (PT), Alvoni Medina (PRB), André Carus (MDB), Cássio Trogildo (PTB), Clàudio Janta (SD), Felipe Camozzato (Novo), José Freitas (PRB), Márcio Bins Ely (PDT), Mendes Ribeiro (MDB), Moisés Barboza (PSDB), Mônica Leal (PP), Paulinho Motorista (PSB), Paulo Brum (PTB), Prof. Alex Fraga (PSOL), Professor Wambert (Pros), Reginaldo Pujol (DEM), Ricardo Gomes (PP) e Rodrigo Maroni* (Pode).

Comissão de Constituição e Justiça (CCJ): Adeli Sell (PT), Cássio Trogildo (PTB), Cláudio Janta (SD), Márcio Bins Ely (PDT), Mendes Ribeiro (MDB), Reginaldo Pujol (DEM) e Ricardo Gomes (PP).

Comissão de Economia, Finanças, Orçamento e do Mercosul (Cefor): Airto Ferronato (PSB), Felipe Camozzato (Novo), Idenir Cecchim (MDB), João Carlos Nedel (PP) e Mauro Pinheiro (Rede).

Comissão de Urbanização, Transportes e Habitação (Cuthab): Dr. Goulart (PTB), Fernanda Melchionna (PSOL)*, Paulinho Motorista (PSB), Professor Wambert (Pros), Roberto Robaina (PSOL) e Valter Nagelstein (MDB).

Comissão de Educação, Cultura, Esportes e Juventude (Cece): Alvoni Medina (PRB), Cassiá Carpes (PP), Mauro Zacher (PDT), Prof. Alex Fraga (PSOL) e Sofia Cavedon (PT)*.

Comissão de Defesa do Consumidor, Direitos Humanos e Segurança Urbana (Cedecondh): Cláudio Conceição (DEM), Comandante Nádia (MDB), Elizandro Sabino (PTB)*, João Bosco Vaz (PDT), Marcelo Sgarbossa (PT) e Moisés Barboza (PSDB).

Comissão de Saúde e Meio Ambiente (Cosmam): Aldacir Oliboni (PT), André Carús (MDB), Dr. Thiago (DEM)*, José Freitas (PRB), Paulo Brum (PTB) e Rodrigo Maroni (Pode)*.

* Em função da eleição de vereadoras e vereadores para a Câmara Federal (Fernanda Melchionna) e para a Assembleia Legislativa (Dr. Thiago Duarte, Elizandro Sabino, Rodrigo Maroni e Sofia Cavedon), a composição das comissões será redefinida. Assumirão em seus lugares, respectivamente, Karen Santos (PSOL), Nelcir Tessaro (DEM), Rafão Oliveira (PTB), Hamilton Sossmeier (PSC) e Engenheiro Comassetto (PT).