Notícias AMPRS

Martha Beltrame é empossada presidente da AMP/RS para o biênio 2018-2020

Publicado em 13-12-2018



A nova diretoria executiva da AMP/RS, com mandato até dezembro de 2020, foi empossada nesta quinta-feira (13), em solenidade realizada no final da tarde, no Auditório Mondercil Paulo de Moraes, no prédio-sede do Ministério Público gaúcho. A promotora de Justiça Martha Beltrame, eleita com 86% dos votos válidos no pleito realizado em novembro, é a primeira mulher a assumir o comando da Associação, em seus 77 anos de história. Durante o evento, também assumiram os integrantes do Conselho de Representantes da entidade de classe. Confira aqui a Galeria de Imagens do evento.

Ao som de um quarteto de cordas protagonizado por mulheres e uma cantora, os convidados ocuparam o ambiente para acompanhar a transmissão de cargos. A mesa principal foi composta pelo procurador-geral de Justiça, Fabiano Dallazen, pelo até então presidente da AMP/RS, Sérgio Hiane Harris, pelo procurador-geral do Estado, Euzébio Ruschel – representando o governador do Estado -, pelo procurador da República no Rio Grande do Sul, Roberto Opermann Thomé, pelo presidente da CONAMP, Victor Hugo Azevedo, pelo procurador adjunto do Município, Ricardo Munhoz – representando o prefeito municipal -, pela defensora pública geral do Estado, Liseane Hartmann, pelo deputado federal Danrley de Deus, pela senadora Ana Amélia Lemos, pelo presidente da Câmara Municipal de Porto Alegre, Valter Nagelstein, pelo procurador-chefe da Procuradoria Regional da República da 4ª. Região, Carlos Augusto da Silva Cazarré, pelo conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Cezar Miola – representando a presidência do TCE -, pelo corregedor-geral do MPRS, Ivan Melgaré, pelo secretário-geral da OAB/RS, Rafael Canteji – representando a OAB Regional e Nacional -, pelo procurador-geral do Ministério Público de Contas do Estado, Geraldo da Camino, pelo presidente da FMP, David Medina da Silva e pelo vice-governador eleito, Ranolfo Vieira Jr.

po6.jpg O secretário da Associação, André de Azevedo Coelho, fez a leitura do Termo de Posse da Diretoria Executiva e do Conselho de Representantes. Um a um, os integrantes da gestão que se inicia assinaram o documento. Além de Martha e Coelho, a nova diretoria é composta pelos vice-presidentes Administrativo e Financeiro, João Ricardo Tavares; de Núcleos, Fernando Andrade Alves; Social, Karina Bussmann; e de Aposentados, Paulo Natalício Weschenfelder, e pela tesoureira, Luciana Cano Casarotto. Em sua manifestação, a nova presidente fez questão de agradecer ao seu antecessor, Sérgio Harris, a quem creditou grande parte do conhecimento que lhe foi transmitido durante os últimos quatro anos. Em sua fala, Martha disse que pretende, à frente da AMP/RS, manter a essência do Ministério Público e representar o consenso extraído das reflexões e da participação dos associados, sem deixar de lado a aproximação com a sociedade. "O futuro do Ministério Público, enquanto agente de transformação social, passa, necessariamente, pela valorização da sua história e daqueles que a construíram, mas, também, pela adaptação às constantes mudanças, tanto em âmbito interno quanto externo, para acompanharmos a realidade dos dias de hoje. A sociedade, veloz e presenteísta, exige modernização. Porém, cabe à nossa entidade de  classe, manter a essência do Ministério Público e representar o consenso extraído das reflexões e da participação dos associados. Isso tudo sem, jamais, deixar de cuidar da aproximação com a sociedade, com todas as suas complexidades e diversidades", pontuou.
Conforme a dirigente, a nova gestão dará especial atenção ao fortalecimento e à modernização da carreira e à ampliação dos canais de comunicação. "Não há como escapar desta demanda da Era Contemporânea". Martha também falou sobre a postura da Associação diante dos desafios que surgem à frente da instituição e da entidade: "Se os tempos são de ceticismo e de descrença, o Ministério Público mantém-se hígido e forte, graças à coragem de todos que, com determinação e trabalho, ajudam no fortalecimento da Instituição e da Associação do Ministério Público. Acredito serenamente na instituição a que pertencemos; terei a bravura  necessária, como cada um de nossos colegas tem. Estarei acompanhada da coragem inerente à concretização de nossas ações; e, principalmente, serei resiliente às eventuais quedas e jamais, em qualquer hipótese, me esquecerei de nossos propósitos", afirmou. A nova presidente foi bastante aplaudida nas diferentes oportunidades em que fez referência à igualdade de gênero, tanto em âmbito institucional, como no associativo e da sociedade. Ela finalizou seu discurso citando a filósofa existencialista, ativista política e feminista Simone de Beauvoir:  “Que nada nos limite, que nada nos defina, que nada nos sujeite. Que a liberdade seja nossa própria substância, já que viver é ser livre”.
po5.jpgEm seu discurso de despedida do cargo, Sérgio Harris falou do quanto apreendeu como dirigente da AMP/RS: “Nos últimos quatro anos que chefiei nossa Associação, conheci pessoas, opiniões e circunstâncias que trouxeram uma nova luz à atuação que me foi delegada pelo voto, em duas oportunidades. A experiência mostrou que são muitos os campos de inserção da AMP/RS. E que estar preparado exige dedicação integral, convicção, espírito de coletividade e de unidade, além de uma enorme dose de paixão. Sim, pois é a paixão pelo Ministério Público que nos faz, nos momentos de maior turbulência e dificuldade, buscar força, discernimento e serenidade para seguir em frente com segurança”.

po1.jpgJá o presidente da CONAMP e ex-presidente da AMP/RS, Victor Hugo de Azevedo, depois de elogiar o desempenho de Sérgio Harris à frente da Associação, enalteceu o processo eleitoral: “Elegemos nossos representantes sem interferência de órgão, governo ou entidade. Não há vencidos. Todos somos vencedores”. Ele deu as boas vindas à nova presidente, que passa a fazer parte do Conselho Deliberativo da entidade nacional.





po3.jpgPor fim, o procurador-geral de Justiça, Fabiano Dallazen, exaltou o momento de comemoração, dizendo que a história da Associação se confunde com a do Ministério Público gaúcho. Ele ressaltou: “Houve muitos desafios e embates, tentativas de apequenamento da nossa instituição, que foram superados graças à legitimidade que a sociedade nos deu pelo trabalho que realizamos”.A sol enidade foi encerrada com a interpretação do Hino Riograndense pelo grupo musical feminino, seguida pelos cumprimentos do público aos novos membros da Diretoria. Encerrando a noite festiva, um coquetel foi oferecido para os convidados na própria sede do Ministério Público.


Confira a nominata completa da nova Diretoria Executiva e do Conselho de Representantes:
Presidente - Martha Silva Beltrame
Vice-Presidente Administrativo e Financeiro - João Ricardo Santos Tavares
Vice-Presidente de Núcleos - Fernando Andrade Alves
Vice-Presidente Social - Karina Bussmann
Vice-Presidente de Aposentados - Paulo Natalicio Weschenfelder
Secretário - André de Azevedo Coelho
Tesoureira - Luciana Cano Casarotto
Conselho de Representantes
Titulares
Cláudio Barros Silva, Edgar Luiz de Magalhães Tweedie Julia Ilenir Martins Nilson Ubirajara da Rosa Pacheco Paulo Emilio J. Barbosa Suplentes
Daniela Fistarol Felipe Teixeira Neto Flávio Eduardo de Lima Passos

Clique aqui para ler a íntegra do discurso da nova presidente, Martha Beltrame.

Clique aqui para ler o discurso completo do ex-presidente Sérgio Harris.