Notícias AMPRS

Definida a programação do 3º Fórum Mais Segurança

Publicado em 09-05-2018



A Associação do Ministério Público do Rio Grande do Sul (AMP/RS) e a ONG Brasil Sem Grades promovem, no dia 4 de junho, a terceira edição do Fórum Mais Segurança. O evento, que ocorre desde 2016, vem se notabilizando como um espaço para o debate sobre as raízes da violência que assola o país e cresce de forma exponencial. Em busca de alternativas, os organizadores têm trazido palestrantes com larga experiência no setor para apresentar diagnósticos compatíveis com a realidade e apontar caminhos para o enfrentamento do problema.

A programação será realizada, mais uma vez, no Palácio do Ministério Público (Praça Marechal Deodoro, 110, Centro Histórico, Porto Alegre). As inscrições, com vagas limitadas, podem ser feitas no site www.brasilsemgrades.org.br. Clique aqui para conferir mais informações.

ff.pngNesta edição, o evento cresce ainda mais, reunindo nomes como os procuradores de Justiça do Ministério Público do Rio de Janeiro Flávia Ferrer (foto ao lado) e Marcelo Rocha Monteiro, além do promotor de Justiça gaúcho Bruno Carpes, no primeiro painel do dia, intitulado "A Impunidade em Números". Em uma das vertentes do painel Flávia deverá examinar o atual estado do sistema socioeducativo e das leis que o regem – o Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei 8.069/90) e a Lei do Sinase (Lei 12.594/12). A procuradora irá abordar a situação de violência urbana que vivenciamos nas grandes cidades do país e a contribuição dos adolescentes em conflito com a lei com essa violência. "Vamos, por fim, apresentar propostas de mudança legislativa que permitam a responsabilização adequada dos adolescentes autores de atos infracionais", observa. Noutra frente, Marcelo Monteiro irá apresentar números que contrariam o discurso de que as cadeias estão cheias de pessoas condenadas por crimes menores. Segundo ele, 79% dos presos foram condenados por tráfico, roubo, furto, homicídio e latrocínio. "A superlotação carcerária é inegável, mas decorre da falta de vagas gerada pela omissão do Estado", diz o procurador.

romo.pngÀ tarde, a partir das 13h45min, o empresário e ativista em segurança pública Roberto Motta (foto ao lado) ministrará a palestra "Que país é este?" Engenheiro de formação, Motta tem mestrado pela FGV e, ao longo dos últimos anos, tem se dedicado a participar ativamente de diversos projetos. No campo da segurança pública, Motta tem atuado especialmente por meio dos movimentos Brasil Seguro e Tolerância Zero, além de investido no diálogo com diversos interlocutores da área. Na sequência, o coronel da Polícia Militar do Estado de São Paulo Eduardo de Oliveira Fernandes e o promotor de Justiça do Rio de Janeiro Leonardo Cuña de Souza fecham o evento, com o painel "É possível vencer a insegurança?". Com mestrado e doutorado em segurança pública, o militar abordará em sua fala o comportamento das macro-organizações criminosas. Mestre em análise econômica do Direito, Leonardo Cuña também é coordenador do curso de extensão Atividade de Inteligência - teoria e prática, do Instituto Superior do Ministério Público.

EXPECTATIVA
Segundo o presidente da AMP/RS, Sérgio Harris, o Fórum + Segurança vem se notabilizando como um espaço para a análise de um dos principais problemas que assola o País e preocupa toda a sociedade."Nesse espaço, pretendemos não apenas discutir os números e estatísticas que demonstram a realidade dessa violência que vem se alastrando e se agravando a cada dia, mas buscar alternativas. Essa tarefa não é fácil, e o problema não se resolve do dia para a noite. Mas a melhor opção que temos é discutir com profundidade e ouvir as impressões de algumas das maiores autoridades do setor, que têm muito a contribuir para o nosso propósito”, completa.